|| Resenha || Black Para Sempre

8 de fevereiro de 2016


Título Nacional: Black para Sempre
Título Original: Forever Black
Série: Forever (Livro 1)
Gênero: Romance
Autora: Sandi Lynn
Editora: Valentina
Avaliação: 

Sinopse: O amor salvou suas vidas. Agora, só um milagre pode salvar seu amor. Quando Ellery se mudou com o namorado, Kyle, para Nova York, achou que pela primeira vez seria feliz, enterrando para sempre os dramas do passado. Ledo engano: um belo dia, o sujeito arruma as coisas e vai embora, alegando “precisar de espaço”. Sozinha e deprimida, ela mergulha de cabeça na pintura, sua grande vocação, até que uma noite ajuda um belo e misterioso bêbado a voltar para casa de uma boate. Mal sabe ela que o homem é ninguém menos do que o cobiçado milionário Connor Black. Ao encontrar Ellery em sua cozinha na manhã seguinte, presumindo que ela infringiu sua regra número um e passou a noite lá, ele fica furioso, mas ela o enfrenta como nenhuma mulher jamais enfrentou, deixando-o intrigado não apenas com sua coragem e independência, mas também com sua bondade. Entretanto, há uma tempestade a caminho. Ambos guardam segredos terríveis que podem destruir a relação tão rara e preciosa que construíram. Qual dos dois terá coragem de abrir o jogo primeiro – ou será que a própria vida fará isso de forma totalmente inesperada?

Capa Original


Comentando...

Eu andava querendo ler esta história fazia tempo, mas não conseguia esvaziar minha lista de livros para começá-lo ( não esvaziei ta gente? Pulei alguns... que feio...).
Li em dois dias! A história é fluida, fácil e boa demais.


Ellery Lane é uma mulher esforçada. Uma artista de bom coração e dada a caridades, teve uma juventude emocionalmente e fisicamente marcada. Morava com o namorado, Kyle, mas foi largada por ele logo no início do livro ( não é spoiler gente, isso acontece nas primeiras páginas).
Pra sair da depre, a melhor amiga, Peyton, vai com ela até uma boate e lá ela acaba conhecendo

Connor Black, um CEO lindo e que acaba chamando a atenção de Ellery.
Eu gostei da interação do casal nos primeiros capítulos do livro, quando ainda eram somente amigos. Achei bacana a abordagem dele e a receptividade dela. Não foi aquela coisa de: “ Sou podre de rico e quero te comer” e nem um “ Oh Deus! Quero dar, mas será que devo??”.
Foi gradativo, conquistando território. Tanto de um lado quanto de outro.
O livro é muito bom. Romance gostoso, direto e que te prende. As cenas mais quentes não são 100% descritas, é tudo muito sensual, envolvente. Isso fez toda a diferença pra mim durante a leitura. A história ficou focada no romance e na cumplicidade dos dois, na amizade, na solidariedade, no desprendimento.
As dificuldades de Ellery são coisas reais, cotidianas. Coisas que todo mundo está sujeito a passar. E Connor acaba sendo pra ela o que toda mulher espera de um homem: um amigo, companheiro pras horas difíceis, um bom amante, um porto seguro.
É um livro definitivamente apaixonante.

:::::Quote Favorito:::::





Nenhum comentário

Postar um comentário