|| Resenha || Sessenta Noites em Trindade

26 de abril de 2016

Título: Sessenta Noites em Trindade
Gênero: Romance
Autor: Karina Heid
Editora: Publicação Independente
Formato: Ebook
Avaliação: 
Sinopse: Pelos próximos dois meses, Stella estará isolada do resto do mundo. Parte de uma missão da Marinha com destino ao ponto mais distante da costa brasileira, ela não espera nada da viagem além de praias desertas, tartarugas marinhas e eventualmente alguns goles na bebida contrabandeada pelo seu doutorando pateta. Na noite anterior ao embarque, ela decide perder a única coisa que não faz questão de levar na mala: sua virgindade. Ao encontrar em uma festa um homem que a faz tremer nas bases, ela não pensa duas vezes antes de se aproximar. O que ela quer é simples, certo? Eric não tem ideia do que está fazendo naquela festa. Aborrecido com a insistência do celular, ele tenta entender em que momento baixou a guarda e se deixou envolver com a filha mimada do Almirante. Que parte de 'não quero um relacionamento' ela não entendeu? Por que é tão difícil acreditar que, para ele, o mundo dos romances é uma miragem? Naquela noite única, os mundos de Stella e Eric irão colidir. Um encontro que supostamente não deveria ver a luz do dia, muito menos as praias ensolaradas do paraíso remoto chamado Trindade...


Comentando...

Se olhou a capa e achou que era mais um romance que você sofre e torce para que os protagonistas fiquem juntos logo, acertou!!! Mas em meio a história de amor que nasce inesperadamente temos um turbilhão de acontecimentos e personagens tão cativantes e divertidos que você não consegue parar de ler, querendo que esse joguinho de gato e rato em que Eric e Stella se meteram termine logo. E nas palavras da própria escritora, o gato pega o rato e é quente, eita!!!!!

Contudo, o que me encantou também foi o tema de pano de fundo que a Karina soube contar com bastante conhecimento e realismo ao falar da Ilha da Trindade, no estado do Espirito Santo, e do trabalho com as tartarugas marinhas que Stella e seus amigos (Claudia e Rafael) fazem.

Fiquei tão encantada com o lugar que quando soube que perdi o Globo Repórter (do dia 01/04/2016), fui direto pesquisar na internet para assistir (ah, vale a pena assistir) e parecia que os personagens ganhavam vida à medida que via a reportagem.

Karina Heid tem uma escrita muito boa, madura e conseguiu fazer com que a história não ficasse cansativa ou repetitiva ao expor o ponto de vista de Stella e Eric.

Conclusão: essa história é imperdível. Recomendo a leitura e também recomendo a você que fique de olho em Karina Heid, uma escritora que me surpreendeu e que com certeza ainda vamos ouvir falar e muito.


:::::Quote Favorito:::::






Nenhum comentário

Postar um comentário