II Resenha II Todos de Pé para Perry Cook

10 de março de 2017


Título: Todos de Pé para Perry Cook
Gênero: Infanto/Juvenil
Autor: Leslie Connor
Editora: Harper Collins
Formato: Ebook/Físico
Avaliação: 

Sinopse: Perry Cook, aos 11 anos, só conheceu uma casa: o Instituto Penal Misto Blue River. Mas apesar de ter nascido e sido criado em uma penitenciária, ele não deseja viver em nenhum outro lugar; lá ele tem a mãe, a benevolente diretora e um grupo de prisioneiros divertidos e bondosos que lhe ensinam lições valiosas todos os dias. Quando, porém, o novo promotor descobre a permanência irregular de Perry em Blue River, ele resolve libertar o menino, mesmo contra a vontade dele. Em sua jornada para se reunir com a mãe, Perry vai mergulhar não só em uma investigação sobre o crime que a levou à prisão, mas também em uma jornada emocionante e divertida, perfeita para fãs de Extraordinário e O menino do pijama listrado.
Comentando...


Esse é um daqueles livros que você logo imagina que poderia virar filme.

Não conhecia o trabalho de Leslie Connor, mas me encantei com esse personagem de uma criança que mesmo tendo vivido em uma prisão, nos faz lembrar de coisas que são tão valiosas quanto a própria liberdade.

Contar suas vitórias não quer dizer que você não sabe quais são suas derrotas. Você sabe.”


Para Perry a prisão onde sua mãe Jessica está, é sim seu lar e aqui a narrativa de um garotinho é o que mais me encantou durante a leitura.

Perry está livre, mas sua mãe ainda não e conforme a trama se desenvolve, iremos ver o amadurecimento de uma criança de apenas 11 anos que não vai desistir enquanto sua mãe não estiver junto a ele do lado de fora de Blue River.

Gostei muito da forma como a escritora usou o convívio que Perry teve com os outros presos para demonstrar que por ser uma prisão de segurança mínima, o seu contato com eles foi até de grande ajuda para sua educação e formação de seu caráter. Cada detento da sua maneira ensinou a Perry uma forma de enfrentar a vida do lado de fora.

Um ponto interessante também é que através das histórias de cada preso que Perry vai usar para um trabalho de escola, que ficamos sabendo um pouco mais de cada um, inclusive o porquê de Jessica ir para Blue River há 11 anos. Uma história que ele ansiava em saber há muito tempo.

A trama trás ainda o promotor Thomas Van Leer, um personagem que juro, tentei odiar desde o início por ele afastar mãe e filho, mas compreendi seus motivos para fazer tal coisa. E sua esposa e a filha Zoey, que é melhor amiga de Perry, são personagens fundamentais nesse momento de mudanças e adaptação do menino fora da prisão.

O livro tem um final que é exatamente o que se espera, sem surpresas, mas emocionante. Uma história de lutas e de segundas chances.

Recomendo a todas as idades, um livro inspirado em histórias de detentos reais que com certeza vai conquistar um lugarzinho especial no seu coração. (dica da autora heim!)


:::::Quote Favorito:::::





Nenhum comentário

Postar um comentário